sexta-feira, 1 de setembro de 2006

XV Festa da Vinha e do Vinho


Hoje e amanhã tem lugar no Museu do Vinho da Casa Agrícola Brum, Lda a XV Festa da Vinha e do Vinho dos Biscoitos.
Este é um evento organizado pela Delegação de Angra do Heroísmo do INATEL que conta com apoio da Casa Agrícola Brum, Lda e colaboração do Grupo de Baile à Antiga do Posto Santo, da Confraria do Vinho Verdelho dos Biscoitos e da Casa do Povo dos Altares.

O programa começa pelas 21 horas desta sexta-feira com um colóquio sobre "Património e Identidade", a cargo da Drª. Carla Raposeira, da Divisão de Etnografia e Folclore do INATEL.
Haverá também um momento para a entrega pública dos certificados de filiação no INATEL ao Grupo de Baile da Canção Regional Terceirense e ao Grupo Folclórico "Os Bravos".
A noite continua com um "Biscoito d'Honra", patrocinado pela Casa Agrícola Brum, Lda. e animação musical, a cargo do Grupo de Baile à Antiga do Posto Santo.
Para amanhã, sábado, está agendada a tradicional vindima, a partir das 14:30, com saída do Museu do Vinho para a vinha situada na orla marítima, estando marcado o regresso para uma hora depois. Às 16:30 será a Pisa das uvas com benção e prova do mosto às 16:45. O jantar dos vindimadores, confeccionado pelo Grupo de Baile à Antiga do Posto Santo, terá início pelas 17:00 e a animação musical, com o mesmo grupo, terá lugar a partir das 18:00.

Tal como em edições anteriores esta Festa da Vinha e do Vinho tem sido alvo de ampla divulgação na comunicação social (por exemplo, A União - 31/Agosto/2006, Diário Insular - 1/Setembro/2006, RDP-Açores - 1/Setembro/2006).

8 comentários:

Anónimo,  3/9/06 18:41  

Passei pela festa e estava muita gente estrangeira e alguns conhecidos enófilos da Terceira.
Certamente o editor e autor deste Blog tb esteve.
Cumprimentos do Estevão.

Anónimo,  3/9/06 23:55  

A festa esteve animada.
Para além dos estrangeiros, de vários enófilos e do editor e autor deste Blog, que também encontrei, vi ainda alguns jornalistas, elementos ligados ao folclore e outras pessoas: umas a descobrir os encantos da vinha e do vinho; outras a recordar tempos passados, de boa memória.
Cumprimentos a todos e em especial ao Estevão, do Gregório, O Camponês.

Anónimo,  5/9/06 19:31  

Tb gostei.Até fui das derradeiras a abandonar o local da festa. Aos comentadores desta página os cumprimentos da Rosa de Viterbo.

José Aurélio Almeida 7/9/06 15:00  

Caro Estevão:
Confirmo que também lá estive. Foi com muita alegria que o fiz, com duplo proveito.
Por um lado recolhi vária informação que irá surgindo neste Blog.
Por outro fui contemplado com belíssimos momentos, quer os que advieram do próprio programa da festa, quer outros que surgiram pelo contacto com várias pessoas.
Aproveito para felicitar e agradecer à organização, colaboradores e apoiantes desta iniciativa.
Cumprimentos.

José Aurélio Almeida 7/9/06 15:10  

Caro Gregório, O Camponês:
Concordo consigo em relação ao facto que a festa esteve animada.
Noto também que é muito observador, tal é a elencagem de participantes que descreve.
Cumprimentos.

José Aurélio Almeida 7/9/06 15:22  

Cara Rosa de Viterbo:
Assim é que é. Aproveitar o máximo possível estas oportunidades festivas e de convívio.
Cumprimentos.

Anónimo,  11/9/06 09:05  

Cumprimentos da ilha da Madeira!

É bom saber que a tradição continua viva (enquanto houver uvas penso que está assegurada) e que mais uma vez esse momento tão importante no ciclo da vinha que é a vindima se concretizou.
Agora é tempo de pensar no futuro; Não! eu não estou a falar das casas de praia, mas sim do trabalho do enólogo, no trabalho de acompanhar a evolução do vinho e efectuar as respectivas correcções (Sim, são necessárias correcções!) para que finalmente os seus apreciadores tenham o prazer de desfrutar esse prazer dos Deuses (aí penso que todos o sabem apreciar mesmo os que têm casas onde no passado houve curraletas!).

Parabéns aos organizadores e espero que aos que assistiram a este evento fiquem na memória com tão boas recordações dos momentos que tambem eu, aí vivi!

Um abraço,

JPGhira

Anónimo,  24/9/06 10:06  

Só mesmo fora do Arquipélago dos Açôres é que defendem (já não é a primeira vez!) os vinhedos da bela aldeia de Biscoitos.Agora mais um alerta vindo da ilha portuguesa da Madeira.A Fundação pode ter a sua sede no Funchal.Aí há grandes companhias de vinhos( e não só) que com o apadrinhamento do Alberto João...podem investir no vinho de Biscoitos na ilha da Terceira.



S. Gerardo

Biscoitos, Praia da Vitória, Ilha Terceira, Açores, Portugal

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP