quinta-feira, 31 de agosto de 2006

BlogDay e Eu existo

De acordo com informações que estão a circular na Internet hoje é o BlogDay ou Dia dos Blogs.

Assim, apresentamos os parabéns a todos quantos se dedicam a esta forma de comunicar através da Internet, desde os autores e editores de Blogs até a quem os visita e neles insere comentários.

Aproveitamos este dia para informar que o Blog "Eu Existo", do biscoitense Júlio Ávila (que apresentamos a 2 de Fevereiro de 2006) está esta semana em destaque na BlogBoard dos Açores.

Os mesmos (autor e blog) integram também a página Dacores.com, através de uma secção própria. Este espaço, tal como o blog, intitualdo "Eu existo" conta neste momento com sete textos de Júlio Ávila e passa a merecer um link na nossa barra lateral.

Faz hoje um ano que publicamos:
Chalana no Praiense

Read more...

quarta-feira, 30 de agosto de 2006

Noite dos Anos 60, 70 e 80

O Bar Abismo, na Zona Balnear da Calheta, promove esta quarta-feira uma Noite dos Anos 60, 70 e 80.
A animação estará a cargo do DJ PC.

Faz hoje um ano que publicamos:
Biscoitos vistos do céu

Read more...

terça-feira, 29 de agosto de 2006

Página pessoal de Francisco Sousa

A partir de hoje passa a constar da nossa barra lateral um link para a página pessoal do Professor Doutor Francisco José Rodrigues de Sousa, que referimos a 28 de Julho de 2006.
Na altura, por lapso, não fizemos esta inclusão na nossa zona de links "Biscoitos e Biscoitenses".

Faz hoje um ano que publicamos:

Read more...

segunda-feira, 28 de agosto de 2006

Portal Ilhas.net


Na sequência de um convite recebido, o Blog Biscoitos já está registado no Portal Ilhas.net.
Assim, este é mais um espaço onde é possível pesquisar e encontrar a nossa página sobre os Biscoitos.
Naturalmente este portal passa a estar acessível a partir da nossa barra lateral.

Faz hoje um ano que publicamos:

Read more...

domingo, 27 de agosto de 2006

Filarmónica Progresso Biscoitense na Graciosa



Seguiu hoje para a Ilha Graciosa a Filarmónica Progresso Biscoitense com um conjunto de cerca de 35 músicos. Hoje mesmo aconteceu a participação numa procissão e amanhã, segunda-feira, a referida filarmónica biscoitense participará noutra procissão e apresentar-se-á em concerto.
Segundo conseguimos apurar, estas actuações enquadram-se nas Festas de Nossa Senhora do Livramento e de Santa Quitéria, na Fonte do Mato, freguesia de São Mateus.
O regresso à Ilha Terceira está agendado para terça-feira, dia 29 de Agosto.

A Filarmónica da Sociedade Recreativa Biscoitense também já efectuou uma deslocação à Graciosa tendo actuado nas Festas de S. Mateus em Julho de 2003.

Faz hoje um ano que publicamos:

Read more...

sábado, 26 de agosto de 2006

Qual a melhor zona balnear da Terceira?


O Jornal "A União" está a promover uma sondagem sobre "Qual a melhor zona balnear da Terceira?".
Estão listadas como hipóteses de resposta cinco zonas balneares terceirenses, naturalmente constando entre elas os Biscoitos.
Neste momento, como uma participação que já conta com 100 votos, a Zona Balnear dos Biscoitos lidera a sondagem com 35 que, logicamente, correspondem a 35 por cento.

Participem acedendo à página de "A União Online" e registem a vossa opinião.
Logo que seja possível apresentaremos os resultados finais desta auscultação pública.

Faz hoje um ano que publicamos:
Noite de Rock

Read more...

sexta-feira, 25 de agosto de 2006

Festa na Canada da Fonte


Conforme está registado na nossa agenda, começa hoje a Festa da Canada da Fonte, nos Biscoitos.
Passamos por lá esta tarde e constatamos que as preparações decorriam a bom ritmo, inclusivamente com os senhores Júlio Oliveira e David França, mordomos deste ano, visivelmente atarefados mas muito bem dispostos.

Em termos de programa, o momento de Abertura da Iluminação será pelas 21 horas desta sexta-feira seguindo-se, a partir das 21:30, um concerto com "Os Sete da Vida Airada".

Amanhã, sábado, está marcada para as 11 horas a saída de uma Excursão ao Tentadero de Humberto Filipe, às 18:30 haverá Tourada com touros da Ganadaria Humberto Filipe e às 22:00 acontecerá novo concerto, desta feita com o Grupo "Só Forró".

A festa termina no domingo, dia 27, com uma Carneirada na rua, para criancas, agendada para as onze e meia da manhã.


Nota: Agradecemos aos Mordomos Júlio Oliveira e David França as informações prestadas e aos nossos visitantes indicamos que, se tudo correr conforme previsto, durante a próxima semana apresentaremos algumas fotografias destas festividades.

Faz hoje um ano que publicamos:
Estrada dos Caneleiros: Lugar a visitar

Read more...

quinta-feira, 24 de agosto de 2006

Animação no Bar Abismo

Hojeanimação musical nos Biscoitos com Antero Ferreira e Porfírio Domingues.
A partir das 22 horas esta dupla de músicos actuará junto ao Bar Abismo, na Zona Balnear da Calheta.

Faz hoje um ano que publicamos:
Biscoitos, por Luísa Fragoso

Read more...

quarta-feira, 23 de agosto de 2006

Filarmónica Santa Isabel no Angra em Festa

A Filarmónica Rainha Santa Isabel das Doze Ribeiras, regida pelo biscoitense Henrique Serca, actuará hoje a partir das 22 horas na Praça Velha, em Angra do Heroísmo. Este concerto está integrado no programa "Angra em Festa", organizado pela Câmara Municipal de Angra do Heroísmo.

Esta filarmónica esteve recentemente no Festival "Cais de Agosto", em São Roque do Pico.

Nota: Actualizamos a nossa agenda.

Faz hoje um ano que publicamos:
OLB esteve no continente

Read more...

terça-feira, 22 de agosto de 2006

O Mar e a Bandeira Azul... nos Biscoitos

Apesar de em Portugal o Dia (Nacional) do Mar ser celebrado a 16 de Novembro, segundo o site "Português em Linha" hoje é o Dia Mundial do Mar...
Nalguns sítios (muitos...) da nossa Ilha Terceira hoje até podia ser o Dia do Nevoeiro ou o Dia da Chuvinha...
Mas...
Nos Biscoitos não está nevoeiro, não está a chover e o mar está magnífico...


... além do mais, a Calheta, principal zona balnear da freguesia, tem
Bandeira Azul!
A Calheta é uma das dez na Ilha Terceira e uma das cinco no concelho da Praia da Vitória que tem hasteada neste ano a Bandeira Azul, de acordo com nota que publicamos a 1 de Junho, no arranque da época balnear.
Este é um símbolo da "qualidade das nossas águas e o conforto que todos os utentes das zonas balneares praienses podem usufruir. Além do conforto proporcionado a todos os praienses, estes galardões são, também, um importante chamariz para quem nos visite e quer desfrutar de um bom dia de banhos e de sol", segundo disse Roberto Monteiro, Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, a 29 de Junho, na cerimónia simbólica do Hastear da Bandeira Azul no Porto Martins, representativa para todo o concelho.


A atribuição da
Bandeira Azul implica o cumprimento de um vasto conjunto de critérios agrupados em quatro capítulos: Qualidade da Água; Informação e Educação Ambiental; Gestão Ambiental e Equipamentos; Segurança e Serviços.
Ao abrigo das regras existem nadadores salvadores a assegurar a vigilância bem como são dinamizadas várias acções, incluindo no âmbito da sensibilização ambiental.
Assim, o Gabinete de Ambiente da Câmara Municipal da Praia da Vitória está a desenvolver várias campanhas de sensibilização no decorrer deste Verão.
Está a ser distribuído um folheto informativo sobre os perigos da exposição em demasia à radiação UV, alertando para os perigos da exposição demorada ao sol e às precauções que devem ser tidas em conta.
Estão, também, a ser distribuídos pelas Zonas Balneares do Concelho folhetos informativos relativos à localização de ecopontos junto às Praias. Apelando ao bom senso e sentido cívico dos utentes, a utilização destes ecopontos é uma garantia da preservação e limpeza das zonas balneares praienses.

Aqui fica uma imagem do folheto relativo à Calheta:

Para esta época o município da Praia da Vitória tem também executado vários outros trabalhos nas zonas balneares do concelho com custo total de 50 mil euros, consistindo as intervenções em pinturas, limpeza, material de aspiração de água, arranjo dos espaços ajardinados, reparações nos balneários, diversas reparações em termos de pisos e limpeza dos fundos, entre outros.

Fontes: Diário Insular (30/Junho/2006), A União (1/Julho/2006), Câmara Municipal da Praia da Vitória (20/Julho e 16/Agosto/2006)

Faz hoje um ano que publicamos:
Mais um candidato à Câmara Municipal

Read more...

domingo, 20 de agosto de 2006

hi5... Biscoitos!

Actualmente existem imensas novas formas de comunicação disponibilizadas pela Internet. Uma das que está em voga consiste no registo individual numa determinada página e ir juntando no nosso espaço pessoal amigos que também estejam registados nessa página ou até convidar novos elementos a registarem-se. Apesar de algumas características próprias diversas, é este o caso do hi5, do myspace, do Birthday Alarm, do Zebo e do Bebo, entre outros.
Para além do grupo que cada utilizador pode criar juntando os seus amigos, alguns destes sites permitem ainda a criação de grupos de adesão livre a partir de uma qualquer característica como sejam o signo, o clube de futebol preferido ou uma determinada área geográfica.

No caso do hi5 (http://www.hi5.com) esta última possibilidade existe e já estão criados pelos menos três grupos relacionados com a freguesia dos Biscoitos: Biscoitos, Terceira; BISCOITOS; e "G D B".
O Biscoitos, Terceira existe desde 27 de Maio de 2005, neste momento tem 55 membros e, tendo como mote "Que terra tão bela", foi criado pelo Tiago Cardoso.
O BISCOITOS está online desde o dia 3 de Fevereiro de 2006, pelas mãos do Ricardo, conta com 12 membros e na apresentação indica "freguesia da boa vida".
O "G D B", referente ao Grupo Desportivo dos Biscoitos, também é da autoria do Tiago Cardoso, existe desde o passado dia 16 de Julho e reune actualmente 6 registos.

Nestes espaços, para além de cada utilizador poder visualizar a respectiva lista de membros pode ainda criar e participar em fóruns temáticos.

Passamos a incluir ligações para estes três grupos na nossa barra lateral.

Read more...

sábado, 19 de agosto de 2006

Junta de Freguesia recebe verbas

Na sequência da transferência que noticiamos a 2 de Março, a Junta de Freguesia dos Biscoitos continua a receber verbas do Orçamento do Estado por via do Fundo de Financiamento das Freguesias.

Assim, referente ao segundo trimestre de 2006 recebeu o valor de 10.993,00 € (dez mil, novecentos e noventa e três euros), de acordo com despacho do Director Regional da Organização e Administração Pública, de 5 de Abril, publicado no Jornal Oficial (IIª Série, nº16, 18 de Abril).

Igual valor foi transferido respeitante ao terceiro trimestre de 2006 (por despacho do Director Regional da Organização e Administração Pública, de 6 de Julho, publicado no Jornal Oficial, IIª Série, nº29, 18 de Julho).

Nota: Por via das dificuldades técnicas que manifestamos em 8 de Maio, só agora nos é possível recomeçar a apresentação das várias referências a entidades biscoitenses que são publicadas no Jornal Oficial.

Read more...

quinta-feira, 17 de agosto de 2006

Ciência Divertida na EBI

Segundo notícia publicada no site da Câmara Municipal da Praia da Vitória (20/Julho/2006), Roberto Monteiro, Presidente da edilidade praiense, "esteve na Escola Básica dos Biscoitos onde entregou os Diplomas de Participação aos alunos que integraram o programa “Ciência Divertida”.


Este projecto foi o resultado de uma parceria entre a Câmara Municipal da Praia da Vitória e uma empresa privada que se dedica ao Ensino, adoptando práticas pedagógicas que visam a compreensão da matéria através de formas divertidas e práticas. O Projecto piloto realizado este ano nos Biscoitos foi um sucesso, fazendo com que o Presidente da Autarquia queira estender esta rede de ensino a todo o Concelho já no próximo ano lectivo."


O Diário Insular (30/Junho/2006), adianta que este projecto, cuja entrega de diplomas ocorreu a 29 de Junho, "atingiu 130 crianças da Escola Básica Integrada dos Biscoitos e Escola EB/JI das Quatro Ribeiras (...) teve um custo de 120 mil euros e abrangeu todas as crianças do ensino do Jardim-de-infância, pré-escolar e Ensino Básico." O jornal angrense regista ainda que "segundo o representante da “TetraPi”, empresa que gere este trabalho, “para que este método de trabalho tenha sucesso é indispensável a colaboração activa de todos os professores, e isso ficou provado este ano”."

Read more...

quarta-feira, 16 de agosto de 2006

Vinho em crise?

Um dos jornais diários terceirenses têm abordado a temática do vinho nos Açores, com aprofundamento em relação à realidade da Terceira.

PRODUÇÃO A BAIXAR
Recorrendo a estimativas do Instituto da Vinha e do Vinho, o "Diário Insular" noticiou no passado dia 8 de Agosto que a produção de vinho na Terceira na campanha 2006-2007 deverá ser 30 por cento inferior à anterior. Adianta o mesmo jornal que "os dados para a redução da produção na Terceira apontam para as más condições climatéricas na época de Verão, com chuvas abundantes que condicionaram os tratamentos fitossanitários, intercaladas com humidade e calor que favoreceram o aparecimento de míldio e oídio (fungos que impedem a maturação da vinha). Os técnicos dizem ainda que, nas variedades mais precoces, e também devido às condições climatéricas, se verificou o aparecimento de alguns focos de botitris (bactéria que provoca o apodrecimento das uvas)."
Assim na Terceira,"a produção deverá ficar-se pelos 7.700 litros, menos 3.300 litros que na campanha anterior (2005-2006)." O "Diário Insular" esclarece ainda que "a quase totalidade dos produtores de vinho da Terceira está concentrada na zona dos Biscoitos, freguesia onde existe uma adega cooperativa."

O FUTURO
Mais recentemente (15/Agosto/2006) o mesmo diário aborda especificamente o problema do futuro dos vinhos açorianos, com alusão directa à casta verdelho.
Citando Teresa Lima, professora da Universidade dos Açores, é referenciado que “Não há jovens a entrar para o sector do trabalho na vinha e no vinho dos Açores” e, por isso, todo o trabalho secular pode vir a ser posto em causa”, sendo a falta de cursos profissionais localmente considerada pela mesma especialista como uma ”grave lacuna”.
BISCOITOS
A notícia continua relatando que "Teresa Lima acentuou que, neste momento, os vitivinicultores da freguesia dos Biscoitos “têm consciência de que a internacionalização dos produtos cresce e as exigências do consumidor são enormes”, pelo que estes pretendem apostar forte no fabrico de vinhos pelos processos artesanais, no entanto tecnologicamente evoluídos”. A especialista em enologia e história da vinha e do vinho, que falava no âmbito da VII Feira de Gastronomia, referiu a forma como o vinho nasce na ilha Terceira, sobretudo no que se refere à casta do Verdelho, sendo que as primeiras plantas surgem por cá no Inverno de 1853 e foram adquiridas em Paris pelo marquês da Praia e Monforte. No início serviam apenas para enfeitar latadas e fazendas ricas, já que faziam parte de mil exemplares de plantas exóticas, sendo que, nos primeiros 10 anos, “ninguém imaginou que as uvas produzidas com um gosto diferente pudessem ser consumidas e muito menos transformadas em vinho”. Com a chegada em 1870 da Phylloxera vastatrix, as vinhas do Verdelho foram destruídas de forma drástica e a área de Verdelho dos Biscoitos foi praticamente eliminada. Só mais tarde, através de Francisco Maria Brum, a vinha dos Biscoitos foi reabilitada no que se refere ao Verdelho, sendo que este comprou muitas das vinhas abandonadas e adquiriu duas de plantas de verdelho no Porto Martins, tendo em 1890 fundado a primeira “adega regional” do seu tempo."
Este mesmo assunto é tema do editorial da referida edição do "Diário Insular", onde se escreve, entre outras ideias, que "Os especialistas começam a avisar que o sector do vinho e da vinha nos Açores está a entrar num beco de saída difícil. A situação é complexa, sobretudo porque as causas são múltiplas, não muito fáceis de apurar e, no geral, tendem a ser consequência de factores naturais praticamente incontornáveis. A mão-de-obra parece estar na base da situação, mas num duplo sentido: falece a mão-de-obra campesina em quantidade e em disposição para ganhar o salário que a vinha e o vinho libertam, tal como desaparece a motivação dos proprietários para manterem vinhedos que no essencial apenas dão lucro ao ego, o que é pouco nos dias materialistas que correm. (...) É pena que as coisas tenham chegado a este ponto, até porque os Açores têm potencialidades para produzir vinho de qualidade excelente, sobretudo se pensarmos em castas adaptadas há séculos. O caso paradigmático é a casta Verdelho."

Read more...

terça-feira, 15 de agosto de 2006

Progresso Biscoitense na Agualva


A Filarmónica Progresso Biscoitense participou hoje na Procissão realizada na paróquia da Agualva em honra de Nossa Senhora de Guadalupe.
Desde ontem que decorrem na freguesia da Agualva os festejos em louvor da respectiva padroeira, também conhecida como "Nossa Senhora das Pêras".

Faz hoje um ano que publicamos:
Melhoramentos na Zona Balnear

Read more...

segunda-feira, 14 de agosto de 2006

Uma dica...


Uma das formas que o editor da Revista de Vinhos arranjou para comemorar o seu número 200, correspondente a Julho de 2006, foi oferecer conjuntamente com a referida revista um livrinho intitulado "200 dicas sobre vinhos para impressionar os amigos".

Ora, a dica nº 18 chama-se "Açores" e informa o seguinte: "A demarcação vinícola dos Açores ocorreu em 1994 e elegeram-se três DOC: Graciosa, Biscoitos (na ilha Terceira) e Pico, estes dois últimos vocacionados para vinhos licorosos baseados, principalmente, na casta Verdelho."

Faz hoje um ano que publicamos:
Previsão Metereológica

Read more...

domingo, 13 de agosto de 2006

Francisco Laranjo, um emigrante

Segundo o site "Português em Linha" hoje é o Dia Mundial do Emigrante.
Assim, entre a imensidão de biscoitenses que foram ou são emigrantes, recorremos a "O Açoriano" e destacamos hoje o "Ti Francisco Laranjo".

Apresentamos, quase na íntegra, um testemunho dos próprios filhos publicado na edição de
29/Março/2006 deste jornal português, que é editado em Montreal, no Canadá.

Francisco Laranjo "é filho de Francisco Gonçalves Laranjo e de Maria Augusta Ferreira, nasceu no dia 21 de Abril no ano de 1915, na freguesia dos Biscoitos, ilha Terceira, Açores.
Desde criança sempre demonstrou uma grande vontade de vencer na vida, nunca gostou de depender de ninguém, com poucos anos de idade foi ao registo civil da Câmara da Praia da Vitória e encontrou um senhor que lhe perguntou o que desejava.
Senhor Doutor, estou aqui para saber a data de nascimento dos meus irmãos, lá em casa ninguém tem a certeza de nada. Mal sabia o Francisco que estava a falar com o Doutor Juiz do tribunal da Praia. Sua autoridade ficou tão estranhado em ver a coragem daquela criança que logo lhe entregou por escrito todas as informações.
Ainda jovem comprou uma bezerra, e alguns anos mais tarde já possuía algumas vacas. Quando foi para o Castelo (tropa) foi obrigado a vender porque o pai e os irmãos não percebiam nada de vacas.

No dia 27 de Dezembro de 1939, casou com Maria Ramos natural da freguesia dos Altares, e do casamento nasceu 4 filhos, é avô de 7 netos e 6 bisnetos.
Durante 28 anos trabalhou para o estado, era cantoneiro. Mas ao mesmo tempo comprava bezerros e dava a criar a meias com lavradores dos Altares, o valor que o animal atingisse acima do preço da compra era dividido metade para cada um.
Mais tarde plantou árvores de fruta num terreno que possuía à volta da casa, ninguém acreditava que aquilo desse certo, não levou muito tempo que o pomar dava fruta todo o ano e servia de alimentação para os filhos.
Nunca quis que os filhos trabalhassem por conta dos outros. Por esta razão quando o Francisco terminou a quarta classe comprou-lhe umas vacas. Não levou muito tempo tinha uma lavoura que fazia inveja a muitos mais, de 40 cabeças de gado. Também criava bezerros para a mordomia do Divino Espírito Santo. Em 1957 resolveu ir para os Estados Unidos da América, esteve lá 9 meses mas foi o suficiente para dar um avanço muito grande na sua vida. Depois de ter dado a oportunidade aos 3 filhos mais velhos de emigrarem para o Canadá, em 1977 veio para o Canadá para junto dos filhos mais a sua filha Gabriela. Não demorou muito que comprou uma casa com três apartamentos. Nunca desiste, ainda hoje com noventa anos tem projectos de rapaz novo. Por incrível que pareça, neste momento está na Itália mais a Gabriela que é a filha com quem vive no Canadá. Todos os anos vai passar alguns meses na sua casa da Ilha Terceira para assistir às touradas. Passou momentos muito difíceis ao longo da vida: A mãe morreu com 36 anos, o irmão José morreu aos 24 anos, a irmã Maria com 21 anos e a Rosinha com 22 anos. O momento mais difícil foi quando a esposa morreu em 1994. Mas tudo isto ele ultrapassou com a sua grande forca de vontade de viver. Mais recentemente faleceu a neta com apenas 20 anos de idade. Os filhos são unânimes ao dizer que o pai é um verdadeiro HEROI. Sem saber ler nem escrever, começou de nada e muito consegui para ajudar os filhos. Vendeu tudo quanto tinha e em vida, ao contrário de muitos, deu tudo aos filhos no momento que eles mais precisavam. A Zélia diz que por ser a filha mais velha teve a oportunidade de ver o pai organizar a sua vida. Sempre ajudou os mais necessitados. Recorda que o pai depois do trabalho pela noitinha jantava, amanhava-se e ia passar o serão na casa da música, jogar à sueca. Depois de casada e como vivia na cidade de Angra, todas as semanas mandava-me pão fresco, batatas, fruta e um pouco de tudo quanto tinha lá em casa de forma que nada me faltasse.

O Francisco recorda que o pai um dia lhe disse, que uma família da freguesia estava a passar um mau momento (dificuldades), além de serem muito pobres o homem da casa estava doente, então disse: "filho quando vieres das vacas deixa leite naquela família". Para o Henrique, o pai é um bom exemplo de vida, alegria e amizade. Ajudou os filhos quando eles mais precisavam, ao contrário de muitos que eu conheço que não ajudam os filhos guardando tudo o que tem até à morte. São tantas as narrativas que eu conheço do meu pai, a sua vida dava para escrever um livro. Nos ensinou a respeitar a todos e é um homem com uma grande visão. Bravo Pai sempre para a frente conclui o Henrique. A Gabriela diz que o pai é um homem extraordinário, simples e humilde. Uma maravilha de pessoa, adora brincadeiras e gosta muito de conversar e viajar. (...)".

Faz hoje um ano que publicamos:
Mais uma candidata à Câmara Municipal

Read more...

sábado, 12 de agosto de 2006

Actualizações

Informamos que ao longo das últimas semanas actualizamos as notas e respostas aos comentários recebidos bem como a agenda que disponibilizamos através de clic no calendário presente na nossa barra lateral.

Read more...

sexta-feira, 11 de agosto de 2006

Novo Merendário

Conforme nota publicitada recentemente pelo Governo Regional (GACS, 7/Agosto/2006), a "Secretaria Regional da Habitação e Equipamentos acaba de concluir a construção de um merendário junto à entrada para a Caparica, no ramal da Estrada Regional nº3 - 1.ª, na Terceira."


Adianta esta informação que "os trabalhos, executados por administração directa da Delegação de ilha daquele departamento governamental, constaram de construção de bancos e mesas em betão armado, de muros de pedra e capeamento, de três grelhadores, do embelezamento da zona envolvente e da colocação de sinalização informativa."




Esta zona biscoitense, que já vinha sendo frequentada por várias pessoas para a realização de piqueniques, fica agora dotada de melhores condições.
De acordo com a mesma nota do Governo Regional este espaço tem capacidade para 50 pessoas.




Faz hoje um ano que publicamos:
O "11 de Agosto"

Read more...

quarta-feira, 9 de agosto de 2006

Festas da Praia 2006


Estão a decorrer até ao próximo domingo, dia 13 de Agosto, as Festas da Praia 2006.
Para além da natural ocorrência de muitos biscoitenses a estas festas concelhias, destacamos a presença de vários conterrâneos no programa das mesmas.
Logo no dia de abertura, a 4 de Agosto, a Marcha Oficial Praia 2006 “Atlântida – Mulher” ecoou com letra de Paulo Codorniz, actual Vereador da Câmara Municipal da Praia da Vitória.


No mesmo dia acturam no Palco Marina Manuel Almeida (trombone), Paulo Almeida (clarinete) e Rui Melo (sax tenor), integrados na
Orquestra Angrajazz.
Na noite de 6 de Agosto foi a vez da Filarmónica Progresso Biscoitense e da Filarmónica Recreativa Biscoitense participarem no Desfile do respectivo tipo de formações musicais.

Faz hoje um ano que publicamos:

Read more...

quarta-feira, 2 de agosto de 2006

Biscoitos na rota do Turismo

É praticamente impossível pensar em turismo na Ilha Terceira sem alusão aos Biscoitos.
Se por um lado esta freguesia situada no norte da nossa ilha apresenta argumentos naturais, culturais e históricos que funcionam como atracção para os circuitos turísticos, por outro lado há também que lembrar uma certa tendência em termos de algum investimento local, público e privado, dirigido para esta área económica.
Como exemplo desta incontornável vocação, apresentamos algumas referências que recolhemos.
No quadro da promoção do destino Açores, o grupo que gere as Pousadas de Portugal organizou recentemente uma viagem à ilha Terceira "com vista a dar a conhecer os pontos de interesse da ilha, nomeadamente visitas ao Museu do Vinho e a monumentos religiosos e civis, passeios automóveis pela ilha, com passagem pela Praia da Vitória, Biscoitos (...)" (in Jornal Diário, 20/Julho/2006).
Este caso da inclusão dos Biscoitos neste tipo de rotas não é pontual sendo sim praticamente geral. Desde os portais de turismo na Internet (DestinAzores, Lifecooler, Turisti per Caso, Universia, Visit-Azores, entre outros) até aos pacotes promocionais apresentados pelas empresas do sector (Angra 2000, Atlas, Estivaltur, Nortravel, Pinto Lopes Viagens, Soltrópico, Turangra, Viagens Micaelense, como meros exemplos), quase todos incluem a proposta de visita aos Biscoitos. Curiosamente a maioria dos textos explicitam especificamente o Museu do Vinho.
Por outro lado, quando se anuncia que a Câmara Municipal da Praia da Vitória "pretende apostar "em força" já a partir deste ano" no sector do turismo, e que "dentro de pouco tempo, a edilidade praiense estará com disponibilidade para criar ou apoiar postos de turismo em locais como o centro da cidade da Praia da Vitória, a Zona da Marina e algumas freguesias através de parcerias com as Juntas de Freguesia" logo se constata que "a freguesia dos Biscoitos já tem em funcionamento o seu posto de turismo no edifício daquela autarquia" (Diário Insular, 27/Julho/2006).

Faz hoje um ano que publicamos:
Posto de Turismo

Read more...

terça-feira, 1 de agosto de 2006

OTLJ em força nos Biscoitos


A edição deste ano do Programa OTLJ - Ocupação do Tempo Livre dos Jovens mereceu, como em anos anteriores, a adesão de várias entidades e também de vários jovens biscoitenses.
Segundo conseguimos apurar em relação à freguesia dos Biscoitos, apresentaram projectos de ocupação do tempo livre de jovens, tendo conseguido a sua aprovação e respectiva colocação de jovens, a Junta de Freguesia (com o Projecto "Biscoitos limpos, Biscoitos lindos", incluído no Sub-Programa Ambiente; e o Projecto "Artesanato aberto", no âmbito do Sub-Programa Ocupação em Férias), a Adega Cooperativa (com o Projecto "Atendimento aos turistas", no âmbito do Sub-Programa Ocupação em Férias), a Casa do Povo (com os Projectos "Centro de Convívio - Animação" e "Acompanhamento dos utentes", incluídos no Sub-Programa Jovens Solidários; e os Projectos "Arquivos e Escritório", "Atendimento ao Serviço de Freguesia" e "Actualização de dados dos utentes e sócios da CPB", no âmbito do Sub-Programa Ocupação em Férias) e a Sociedade Filarmónica Progresso Biscoitense (com o Projecto "Organização e dinamização musical", no âmbito do Sub-Programa Ocupação em Férias).
Alguns destes projectos desenvolveram-se apenas durante o mês de Julho e outros estendem-se até Setembro. No global, permitem a participação de cerca de 24 jovens, na sua maioria dos Biscoitos.

Read more...
Biscoitos, Praia da Vitória, Ilha Terceira, Açores, Portugal

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP