terça-feira, 22 de agosto de 2006

O Mar e a Bandeira Azul... nos Biscoitos

Apesar de em Portugal o Dia (Nacional) do Mar ser celebrado a 16 de Novembro, segundo o site "Português em Linha" hoje é o Dia Mundial do Mar...
Nalguns sítios (muitos...) da nossa Ilha Terceira hoje até podia ser o Dia do Nevoeiro ou o Dia da Chuvinha...
Mas...
Nos Biscoitos não está nevoeiro, não está a chover e o mar está magnífico...


... além do mais, a Calheta, principal zona balnear da freguesia, tem
Bandeira Azul!
A Calheta é uma das dez na Ilha Terceira e uma das cinco no concelho da Praia da Vitória que tem hasteada neste ano a Bandeira Azul, de acordo com nota que publicamos a 1 de Junho, no arranque da época balnear.
Este é um símbolo da "qualidade das nossas águas e o conforto que todos os utentes das zonas balneares praienses podem usufruir. Além do conforto proporcionado a todos os praienses, estes galardões são, também, um importante chamariz para quem nos visite e quer desfrutar de um bom dia de banhos e de sol", segundo disse Roberto Monteiro, Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, a 29 de Junho, na cerimónia simbólica do Hastear da Bandeira Azul no Porto Martins, representativa para todo o concelho.


A atribuição da
Bandeira Azul implica o cumprimento de um vasto conjunto de critérios agrupados em quatro capítulos: Qualidade da Água; Informação e Educação Ambiental; Gestão Ambiental e Equipamentos; Segurança e Serviços.
Ao abrigo das regras existem nadadores salvadores a assegurar a vigilância bem como são dinamizadas várias acções, incluindo no âmbito da sensibilização ambiental.
Assim, o Gabinete de Ambiente da Câmara Municipal da Praia da Vitória está a desenvolver várias campanhas de sensibilização no decorrer deste Verão.
Está a ser distribuído um folheto informativo sobre os perigos da exposição em demasia à radiação UV, alertando para os perigos da exposição demorada ao sol e às precauções que devem ser tidas em conta.
Estão, também, a ser distribuídos pelas Zonas Balneares do Concelho folhetos informativos relativos à localização de ecopontos junto às Praias. Apelando ao bom senso e sentido cívico dos utentes, a utilização destes ecopontos é uma garantia da preservação e limpeza das zonas balneares praienses.

Aqui fica uma imagem do folheto relativo à Calheta:

Para esta época o município da Praia da Vitória tem também executado vários outros trabalhos nas zonas balneares do concelho com custo total de 50 mil euros, consistindo as intervenções em pinturas, limpeza, material de aspiração de água, arranjo dos espaços ajardinados, reparações nos balneários, diversas reparações em termos de pisos e limpeza dos fundos, entre outros.

Fontes: Diário Insular (30/Junho/2006), A União (1/Julho/2006), Câmara Municipal da Praia da Vitória (20/Julho e 16/Agosto/2006)

Faz hoje um ano que publicamos:
Mais um candidato à Câmara Municipal

4 comentários:

Anónimo,  18/9/06 22:13  

No mar

Descamba, lento, o sol.A proa singra,airosa,
O mar onde s'espelha o lindo céu de anil,
E a brisa rumoreja, a sussurrar gentil,
Tagendo brandamente a vela graciosa.

Por tudo céu e mar...Às vezes, lamentosa,
Soluça uma gaivota um pipilar subtil
Ou 'scuta-se um marujo a descantar, febril,
Uma singela trova amada e vagarosa.


Tudo retrai-se e externa igual melancolia
N'est'hora em que agonisa o refulgente dia
E des'parece o sol no ilimitado mar...


E além vai-se o albatroz, buscando a imensidade
- Emblema da profunda e acérrima saudade
Qu'eu sinto do querido e desejado lar!


Tobias Moscoso (Rio de Janeiro)

Anónimo,  21/10/06 10:49  

Cabeça toma juízo,
Toma juízo, sossegada,
Não sejas barco latino
Que com todo o mar navega.

(popular - Ilha Terceira)

Por aquele mar além,
Navios à vela vão,
Naquele mais dianteiro
Navega o meu coração.

(popular- Ilha Terceira)

Ai quem pegasse nos homens
Bem calcados numa meia,
Botados no meio do mar
Para engodo da baleia.

(popular -Ilha Terceira)

Moro em cima da rocha
Onde o mar sinto bater,
Ausente dum bem que adoro
Antes queria morrer.

(popular-Ilha Terceira)

José Aurélio Almeida 7/4/07 11:45  

Caro Tobias Moscoso:
Ter o mar como berço e não estar junto dele é sem dúvida motivo profundo para forte saudade.
Parabéns pelo poema.

José Aurélio Almeida 7/4/07 11:48  

Caro Anónimo - 21/10/06:
Realmente a tradição popular e os seus ditos, desta feita relembrados sob a forma de quadras, são duma riqueza espantosa. A Ilha Terceira não fica nada atrás de outras paragens no que a isto diz respeito.

Biscoitos, Praia da Vitória, Ilha Terceira, Açores, Portugal

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP