quinta-feira, 25 de agosto de 2005

Estrada dos Caneleiros: Lugar a visitar

Nesta época em que muitas pessoas estão de férias também muitos são os que procuram lugares para vistar.

A editora Selecções do Reader's Digest publicou, em 2001, um livro exactamente intitulado "Lugares a Visitar em Portugal", no qual apresenta mais de 250 sugestões de locais para visitas turísticas.

Um desses locais é a Estrada dos Caneleiros, acompanhada do sub-título "Descobrir os Biscoitos" (página 359-360).
Segundo a própria edição, através de um texto de Paulo Henriques, "trata-se de um caminho um tanto íngreme, ladeado de pastagens, pomares de macieiras e bananeiras. A dada altura, encontra à sua esquerda um caminho de bagacina vermelha. Está no caminho de Santa Cruz. Este é uma via florestal de acesso a pomares, velhos soutos, pastagens. Continue por esse caminho tranquilo, de preferência a pé, sentidos despertos. Ouve este bater de asas? São os pombos-torcazes, que detestam o contacto com a confusão dos humanos. E estes chocalhos? Um pequeno rebanho de cabras, para aí uma dúzia delas, que vão depenicando as pontas tenras e adocicadas das silvas. O seu pastor viveu na América, mas voltou, porque nada se compara a uma vida passada na tranquilidade de Santa Cruz. O cão que as cabras temem é manso a mais não poder ser e adora as festas dos que por ali passam. Já reparou como as faias, também chamadas de incenso em algumas ilhas devido ao perfume das suas flores (Pittosporum undulatum), crescem sobre aqueles morros onde não se vislumbra resquício de terra e como as raízes os envolvem e descem até penetrarem nas fendas da pedra à procura do solo?! E os fetos arbóreos! Tão apreciados em jardins botânicos, em estufas, pelo Mundo fora, como crescem espontaneamente ali, à sombra das faias e das acácias! Mas continue, vá passando as mãos pela água fresca dos tanques, olhando para plantas que provavelmente nunca tinha visto. Se for fins de Agosto ou Setembro, vá comendo uma amora aqui, outra ali, só das mais madurinhas. Não se preocupe, porque estão mais do que lavadas. Nestas paragens, chove frequentemente, e quando não chove, o sereno (orvalho) da noite, condensando-se sobre folhas e frutos, purifica-os. Uns bons três quartos de hora a pé e está no alto de Santa Cruz. A vista é deslumbrante: ao fundo, os Biscoitos. Do lado esquerdo, toda a costa dos Altares e o promontório do pico Matias Simão. Para o lado direito, a costa das Quatro Ribeiras, Vila Nova, até à Base das Lajes. Dependendo do lado de onde sopra o vento, ouvirá o ruído do mar. Certamente quererá tirar fotografias. Mas fique prevenido: capaz de captar a beleza do local na sua totalidade só mesmo a objectiva do fraco olhar humano."

Aparece-nos assim a Estrada dos Caneleiros entre outros locais turísticos como, por exemplo, Lagoa das Patas, Mata da Serreta, Serra do Cume (na ilha), Furnas, Lagoa das Sete Cidades, Fajãs de São Jorge (na região), Camacha, Lagos, Évora, Arraiolos, Cascais, Sintra, Óbidos, Batalha, Serra da Estrela, Foz Côa, Senhora da Graça e Guimarães (no país).

0 comentários:

Biscoitos, Praia da Vitória, Ilha Terceira, Açores, Portugal

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP