sexta-feira, 25 de novembro de 2005

Proliferação de drogas ilícitas

O Diário Insular (DI) publicou ontem uma notícia em que dá conta que "a droga está a aparecer de forma violenta no Norte da ilha Terceira, com destaque para a freguesia dos Biscoitos, onde nos últimos dias têm surgido diversos casos."
Acescenta-se que "a este propósito o presidente da Junta de Freguesia, Carlos Cardoso, disse ontem ao DI que “por causa disso vai ter que deitar abaixo o abrigo para passageiros construído em blocos e cimento para albergar, inclusive, jovens da Escola Básica Integrada que se situa na freguesia”. Carlos Cardoso afirma-se “muitíssimo preocupado com a actual situação que está já a assustar pais e encarregados de educação”."
Infelizmente este problema, ultimamente mais evidente, já é antigo nos Biscoitos (como por quase todo o lado). De qualquer forma, é natural, apesar de condenável, que a existência de uma escola que ministra níveis de ensino que vão até à faixa etária dos adolescentes e jovens surja como um chamariz para os traficantes e vendedores de estupefacientes ilícitos. A "lei do mercado" dita que assim seja.
Pena é também que as autoridades policiais pouco consigam fazer. Em declarações ao DI (24/Novembro/2005), o responsável pela secção de crime da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Angra do Heroísmo, afirmou que “até os vendedores mais estúpidos, sem qualquer esperteza, vendem na maior em frente aos polícias, que nada podem fazer, porque só mesmo o flagrante permite a detenção, porém, se o indivíduo estiver na posse de menos de um grama de cada vez, é considerado consumidor e é apenas enviado para uma comissão que nem existe”.
Adianta o DI que "por razões que não são bem claras, mas que, ao que parece, se prendem com falta de dinheiro e de pessoal, a Comissão de Dissuasão para as pessoas apanhadas a consumir droga existe na Lei, porém, na prática não funciona.Esta Comissão foi criada como forma obrigatória e como alternativa à coima ou pena de prisão para os utilizadores de droga. O subcomissário Raposo disse que o sentimento de frustração “não pode tomar conta dos agentes policiais a quem compete cuidar destes problemas”, mas adianta que a Lei “limita em muito o sucesso das autoridades”. Por outro lado, considera que “não há inocentes neste caso e a solução começa sempre na família, que cada vez mais se demite da função reguladora, deixando que as coisas aconteçam de uma forma quase cruel no que se refere aos resultados”."

16 comentários:

Anónimo,  26/11/05 09:42  

A maior parte dos males,que afligem as sociedades, procede da incapacidade dos políticos,e da imperfeição das leis.Por isso o contágio, que mais prontamente se comunica, é o contágio do vício.
A tentação ou erro de um momento, pode tornar-se o tormento para toda a vida.
O erro é o laço da inocência...ninguém está livre de uma curiosidade: um defeito do ser humano e dos loucos, que se ocupam das suas fraquezas.

UM BISCOITENSE,  27/11/05 21:38  

Os jovens precisam muitas vezes do abrigo, do abrigo contra as tempestades da vida.
Com ordem a mediocrecidade pode fazer o que aqueles com grandes meios, mas sem método, não conseguem, não querem ou não podem fazer.

noite de insónias,  28/11/05 13:52  

Certamente muitos moradores dos Biscoitos ficarão sem sono.
O sono e o medo dormem raras vezes juntos.

um jovem,  30/11/05 19:15  

Gostei de ver e ouvir o Presidente da Junta dos Biscoitos, Senhor Carlos Cardoso, no programa "Bom Dia" da R.T.P.-Açores. Passou a mensagem: Fazer que os residentes nos Biscoitos fiquem mais calmos e exteriormente a Freguesia respeitada...perante uma polícia que dá ideia de desregulada.

um rosa,  30/11/05 22:12  

A reacção do senhor presidente de Junta de Biscoitos aos últimos acontecimentos não foi de um político, mas sim de um servidor público!
As pessoas que vivem ou têm propriedades na freguesia, em conversas de vizinhos,e não só, já comentam que perante o silêncio e a impotência de outros,não só reduziu a moral a sistema, como melhor compreendeu a situação para a colocar em prática.Assim o deixem trabalhar.

F.do Amaral Grei,  1/12/05 18:30  

"Casa roubada trancas á porta".
E agora tudo mais calmo? Ou foram notícias super alarmantes?

Anónimo,  3/12/05 18:18  

A vida é uma lotaria, de que o vício oferece as piores...

gineta,  5/12/05 20:45  

Toda a vitória,que não é necessária, é um crime.

coala,  5/12/05 22:44  

A curiosidade indiscreta, mostra sempre ligeireza no espírito,de aprender aquilo, que se não queria saber,é uma das nossas fraquezas.

Anónimo,  6/12/05 08:26  

Em certas idades tudo se perde principalmente, quando os maus servem de
exemplo, e os bons de riso.

morador nos Biscoitos,  6/12/05 18:14  

Diario Insular 6.12.5- pag.1 e Primeira página


Combate à onda de assaltos nos Biscoitos

Milícias populares


O Presidente da Junta de Freguesia dos Biscoitos lidera um grupo de 60 homens que tem por objectivo proteger pessoas e bens da freguesia. O resultado é que , após uma semana , a onda de assaltos reduziu a zero.


Vai pegar


DI apurou ao longo do fim- de-semana que existem outras localidades como é o caso da Serreta, Quatro Ribeiras e Altares, onde algumas pessoas,começam a falar em molícias.

O facto de a vigilância pacífica que vem decorrendo nos Biscoitos estar a resultar em pleno poderá levar a que outros grupos se organizem e comecem a cuidar das suas ruas ou freguesias conforme o apoio das populações.(na página 3)


Qual o comentário sobre esta notícia?

evaristo,  7/12/05 19:40  

Ninguém têm tanta necessidade de tolerancia sem a merecer, como os próprios intolerantes.

evaristo,  7/12/05 19:41  

Ninguém têm tanta necessidade de tolerancia sem a merecer, como os próprios intolerantes.

Anónimo,  7/12/05 21:38  

O primeiro passo no vicio conduz insensivelmente até ao crime e homem / mulher não não vê o precipicio, senão depois de haver caído nele.

José Aurélio Almeida 2/1/06 13:25  

Sobre a vigilância organizada dos Biscoitos, por populares, publicamos algumas notas no dia 7 de Dezembro de 2005.

José Aurélio Almeida 2/1/06 13:26  

Obrigado a todos pela partilha das vossas reflexões.

Biscoitos, Praia da Vitória, Ilha Terceira, Açores, Portugal

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP