sábado, 10 de junho de 2006

Impérios apoiados pela Câmara Municipal

Uma semana após o fim-de-semana do "1º Bodo", hoje e amanhã tornam a realizar-se bodos em louvor do Divino Espírito Santo.

No caso dos Biscoitos nestes dois sábados (o da passada semana e hoje) temos ao final da tarde, após cortejos e eucaristias, os "Bodos da Carne" com distribuição de esmolas.

Amanhã, como no domingo passado, após a eucaristia teremos os "Bodos do Pão" e à tarde acontecerão novas concentrações junto aos Impérios, para as tradicionais arrematações animadas com concertos pelas Bandas Filarmónicas.


Este ano as comissões dos Impérios do concelho da Praia da Vitória receberam diversos apoios cedidos pela autarquia municipal praiense, com o intuito de ajudar na remodelação e requalificação das estruturas, bem como na aquisição ou reparação de equipamentos.
Naturalmente também os Impérios dos Biscoitos foram contemplados. O Império do Caminho do Concelho recebeu cinco mil euros, em resultado de uma candidatura apresentada na Câmara Municipal (segundo anunciou a Câmara Municipal da Praia da Vitória, esta e outras candidaturas oriundas de diversos Impérios, foi analisada por uma Comissão de Análise que a enquadrou num regulamento de apoios e a pontuou mediante critérios previamente estabelecidos).
O Império do Bairro de São Pedro, mesmo sem ter apresentado qualquer pedido de apoio, recebeu 500 euros.


4 comentários:

Anónimo,  10/6/06 18:19  

"O Bodo

Bendita seja o pão branco e cheiroso,
Coroado com rosinhas de toucar,
Que a erva santa veio perfumar
Para tornar mais santo e apetitoso!

E a carne fresca, ainda a palpitar,
Com seu naco de «sangue», no lustroso
Prato de barro, que é também p'ra dar,
E mais o leite e o vinho generoso!


Tudo benzido, com respeito e unção,
Para ser dado, em geito de oração,
Aos pobrezinhos-que ternura e encanto!


- Bendita a fé, que bem-fazer procura,
Bendita a ideia de espalhar fartura
Em louvor do Divino Espírito Santo!"


In Colectânea de versos de Maria do Céu. Voz de Mulher Rimas e Rosas de Milagre.Instituto Histórico da ilha Terceira.p.103.

Anónimo,  10/6/06 19:11  

"Trilogia dos Bôdos

I

O Pão

Pão de milho...pão de trigo...
Ou de centeio... que importa?
Serás sempre o pão amigo
De quem bata à minha porta.



Pão da esmola - pão beijado-
Dá-se em nome do Senhor:
É simbolo sagrado
Da Caridade e do Amor.


Nem é preciso benzê-lo
P'ra trazer bênção dos Céus.
Diz o pobre ao recebê-lo:
Seja pelo Amor de Deus!



Pão da Hóstia - abençoado;
Do pobre - suor e alegria.
Sejas p'ra sempre louvado,
Pão nosso de cada dia!



II


A Carne


Posta de carne bendita
A que o pobre põe ao lume!
Carne da esmola, acredita,
Enche a casa de perfume.


É assim, a bem dizer,
Oração que anda no ar;
É como o incenso a arder
Ao derreter no altar.


A casa do pobre fica
Toda cheia de riqueza;
É casa de gente rica
Se tem carne à sua mesa.


E o raminho de hortelã
Sobre a posta, erguido aos Céus.
Tem jeitos de alma cristã
Em ascenção para Deus!



III

O Vinho


Vinho velho, ou vinho novo
A chiar nas tijelinhas...
Quando o bebe, diz o povo:
-Ora seja p'las alminhas!

E o vinho traz-lhe alegrias
Que dão para o ano todo.
É alma das romarias
O vinho alegre do bodo.


O próprio Cristo na Ceia
Deu-lhe honras de nova lei.
Diz Ele a quem o rodeia:
-«Este é o meu sangue-bebei!»


Aos que falam com rancor
Do vinho, deixa-os falar!
Também se abusa do Amor...
E não é pecado Amar...


João Ilhéu

In Tradição Popular- Número único, evocativo das Festividades do Espírito Santo- Angra do Heroísmo na Ilha Terceira de Nosso Senhor Jesus Cristo, 8 de Abril de 1961.Edição da Comissão do Império do Outeiro.p.2

Anónimo,  18/6/06 11:31  

«O vinho.
Servido em canjirões, nas funções, ou durante o bodo,nas "despensas"do Império ou no próprio Império, constitui fonte de alegria!... Impérios há como o das Lajes que, nos bodos, distribuem 10 e 12 pipas de vinho dos Biscoitos, Porto Martins ou Pesqueiro. Nas funções, o vinho é, também, distribuido até fartar, sem ofensa ao equilibrado povo terceirense...
Torna-se, realmente, saliente, o uso moderado do vinho, pois não se registam, nas festas, os efeitos da demasia,»

João Afonso
In Armando Àvila.(1.º) Guia Turistico da Ilha Terceira.Ano de 1956.p.159.

José Aurélio Almeida 11/8/06 21:06  

Caro(s) Anóninmo(s):
Através de Maria do Céu, João Ilhéu e João Afonso fomos presenteados com belas alusões aos Bodos, verdadeiros actos de fé, momentos quase milagrosos, intrínsicos ao sentir e ao viver do nosso povo.
Obrigado.

Biscoitos, Praia da Vitória, Ilha Terceira, Açores, Portugal

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP