domingo, 15 de outubro de 2006

Belo Abismo...

Segundo foi possível observar ao longo da costa dos Biscoitos, hoje o mar esteve agitado.
Este facto fez-nos lembrar uma fotografia do Belo Abismo publicada a 31 de Agosto no Blog MadParadise.


Faz hoje um ano que publicamos:
Meia Maratona parte dos Biscoitos

9 comentários:

Anónimo,  16/10/06 20:10  

"Veneza Terceirense"

Neste canto da Terceira
Prazenteiro sem rival,
Há colinas, e arvoredos,
Há rochedos de cristal.


Estribilho

Os que muito sofrem
E os que sofrem pouco,
Venham dos Biscoitos
Gozar a beleza
Depois, terminada
A calmosa estação,
Então soltarão:
Viva a Vaneza.

Neste jardim de mil flores
De cores variegadas,
Há cravos, há lindas rosas
Formosas, almiscaradas.

Os que muito sofrem, etc.

Aqui também há belezas,
Muitas finezas de amor;
E o ar que aqui se respira,
Fere-o a lira, o trovador.


Os que muito sofrem, etc.


Nas galas desta Veneza
Vejo a grandeza da aurora:
O mundo, a vida, a poesia.
Que me não sorria outr'ora.


Os que muito sofrem, etc.


De Vénus a formosura.
E a candura de Cupido
Nas suaves tardes belas
Das janelas tem caído.


Os que muito sofrem, etc.


As azuis nuvens errantes
De brilhantes matizadas,
Pasmo das louras crianças,
São mansas, são sossegadas.

Os que muito sofrem etc.

Letra de Manuel Maria Paiva e música de Aniceto António dos Santos.
Biscoitos, 21 de Outubro de 1898

Anónimo,  18/10/06 19:52  

Tb é belo liderar o n.º de visitas no Directório Portal Açores Net.
biscoitos-terceira
O Blog da freguesia dos Biscoitos na Terceira
Visitas: 2.650 Entrada: 2005-06-13
Parabéns ao Editor e Director deste Blog.
Respeitosos cumprimentos

Pedro de Alcântara

Anónimo,  26/10/06 20:46  

No calhau se apanham lapas,
No fundo do mar taínhas;
Dá-me os teus olhos inteiros,
Não m'os dês às migalhas.

Popular das ilhas de S. Jorge e Terceira

Anónimo,  29/11/06 18:39  

O BELO ABISMO

Sempre que na Calheta tomo banho,
Recordo amigo que já partiu!
Juntos trabalhámos sem qualquer ganho,
Só foi tarefa que aos dois surgiu!


Porque adorávamos os Biscoitos,
E os petiscos que o Rui era mestre,
Porque éramos rapazes afoitos,
Fez-se aquela obra num trimestre.


Ao Rui cabe todo o trabalho feito,
Empregou sempre o seu melhor jeito,
Para que a obra corresse bem...


Assim, foi feito o Cais do Abismo,
Que até resiste a qualauer sismo,
Foi tarefa sem ganhar vintém!

Em memória do amigo Rui Ornelas
22-8-98

in "Estados de Alma"- Ramiro Gaspar Lima,página 63, 2003.

José Aurélio Almeida 9/4/07 00:28  

Caro Anónimo - 16/10/06:
Que relíquia estes versos.
Agradecemos a partilha.
Em jeito de nota pessoal deixe-nos partilhar que, apesar de consideramos que comparar os Biscoitos com Veneza é simpático e até lisonjeador, não trocaríamos esta pérola terceirense pela italiana cidade dos canais.
E olhe que falamos com conhecimento de causa.

José Aurélio Almeida 9/4/07 00:31  

Caro Pedro de Alcântara:
Agradecemos a nota, os parabéns e os cumprimentos.
Realmente é agradável liderar tão interessante escala de visitas.
Só o conseguimos com a preciosa colaboração de todos vós.
Bem hajam!

José Aurélio Almeida 9/4/07 00:42  

Caro Anónimo - 26/10/06:
Para nós, e por motivos pessoais, qualquer motivo que associe São Jorge à Terceira nos alegra. Mais satisfeitos ficamos quando essa associação surge por via dos Biscoitos, lugar que amamos.
Ora aqui propomos então uma variante dos versos populares (desculpem o desabajo).

Nos olhos se vêem lágrimas,
No coração saudades;
Não fossem os belos Biscoitos,
Em São Jorge estavamos.

José Aurélio Almeida 9/4/07 00:47  

Caro Anónimo - 29/11/06:
A Rui Ornelas e a Ramiro Lima o nosso reconhecimento.

Belum Abyssus 2/11/10 16:13  

Nasci na parte dos Biscoitos a que dão o estimulante nome de Biscoito Bravo. Passei parte longa de uma infância feliz nesta terra de vinhedos, pedra negra e mar batido e gostoso. Mesmo depois de uma ida para as Lajes, não havia Verão em que os Biscoitos me escapassem. Hoje, vivendo em outra ilha, não me saem estes Biscoitos da mente ou do coração. Aos meus Amigos e também aos meus Alunos, que já são grandinhos, uns e outros, são muitas as vezes em que lhe confidencio não haver melhor lugar no mundo para ir a banhos. (Cada qual faz o mundo à medida dos seus 'amores', bem entendido, e, para mim, o mundo dos banhos, daqueles em que a água azul-ferrete deixa o sal bem branquinho na pele, confina-se aos Biscoitos e ao seu belo abismo.) Abençoado quem a tamanho e perigoso abismo (como recordo os apreensivos avisos de minha desaparecida avó quanto a não ir para o abismo…!!!, isto num tempo em que o acesso se fazia todo pelo calhau) emprestou o epíteto de BELO. O BELO ABISMO que, justamente, em dia de mar revolto, serve de pano de fundo ao ambiente de trabalho do meu computador, em foto carinhosamente colhida pelos meus filhos, que, tenrinhos ainda, por má andaram e nadaram e que há pouco revisitaram, para calar a boca ao pai com tanto de ABISMO.

Biscoitos, Praia da Vitória, Ilha Terceira, Açores, Portugal

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP